Notícias

Gucci vai deixar de usar peles animais nas suas coleções

A marca italiana segue o exemplo de outros nomes da indústria que proibiram o uso de peles de animais no passado.
Por Marta Carvalho, 12.10.2017
O movimento começou quando marcas como Stella McCartney, Armani e Molly Goddard se recusaram a usar pelo animal nas suas coleções. Agora, a italiana Gucci segue os mesmos passos como parte do seu plano de dez anos chamado Cultura com Propósito. O objetivo é, segundo o presidente e CEO da Gucci Marco Bizzarri, fazer da sustentabilidade "uma parte intrínseca do negócio".

A decisão foi anunciada ontem na London College of Fashion e promete ter um grande impacto no processo criativo de Alessandro Michelle, designer da Gucci, que no passado criou várias peças extravagantes em pelo animal. A marca promete, assim, parar imediatamente de vender e produzir quaisquer produtos em pele verdadeira. Bizzarri acrescentou ainda que pretende construir uma marca mais responsável e "criar as condições necessárias para uma abordagem progressiva à sustentabilidade".
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
A Máxima recomenda
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!