Notícias

Getty Images proíbe Photoshop

O conhecido banco de imagens pediu aos seus colaboradores para não alterarem os corpos das modelos de acordo com uma nova lei.
Por Marta Carvalho, 27.09.2017
Embora as redes sociais sejam as plataformas que mais recebem atenção sobre a partilha de fotografias retocadas e as consequências que as mesmas acarretam, a Getty Images iStock mostra-se agora firme ao pedir a todos os seus fotógrafos que "não enviem qualquer tipo de conteúdo criativo que envolva modelos cujos corpos tenham sido retocados de forma a parecerem maiores ou mais pequenos", lê-se em comunicado.

Coincidindo com o período das semanas da moda, este pedido representa uma positiva mudança de mentalidade em relação às imagens retocadas. Junta-se, assim, à nova lei francesa que entrará em vigor no dia 1 de outubro e que exige que todas as publicações manipuladas incluam uma legenda que indique isso mesmo. A multa para quem não o fizer é de mais de €44.000 e o objetivo é, acima de tudo, combater os distúrbios alimentares entre jovens.

Marisol Touraine, ministra da Saúde francesa, explica que "expor os jovens a imagens irrealistas do corpo humano leva muitas vezes à baixa autoestima, o que acaba por ter um impacto nos comportamentos e na saúde dos mesmos". Uma segunda lei exige agora que as modelos entreguem atestados médicos caso queiram trabalhar em França.

Este primeiro passo da Getty Images não proíbe rostos, cabelos ou peles retocadas, mas servirá, possivelmente, de exemplo para outras empresas ligadas à indústria.

 

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!