Especiais

Fernanda Velez, o rosto por detrás do Mercadito Blog da Carlota

O Mercadito Blog da Carolota está de volta. Fomos saber quais as novidades com a responsável pelo evento de sucesso.
Por Ângela Mata, 21.03.2017

Fernanda Velez é o nome por detrás de um dos blogs com maior sucesso em Portugal e foi dela que partiu também a ideia de criar um mercado que servisse de montra às marcas de moda infantil portuguesas. O Mercadito do Blog da Carlota já vai para a 17ª edição e a cada ano que passa traz consigo muitas mais novidades.

É já no próximo sábado, dia 25 de março, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, que regressa o Mercadito para apresentação das novidades de primavera-verão 2017. O evento segue depois para o Porto, onde decorrerá no Hotel Sheraton, a 2 de abril.

A Máxima falou, em exclusivo, com a grande responsável deste evento e é essa conversa que aqui partilhamos.


Em que é que ser mãe mudou a sua vida?

Mudou bastante, sou ainda mais feliz, mais completa e mais sensível ao que me rodeia. 

Por outro lado, sinto que perdi liberdade (aquela de fazer o que queria, à hora que queria…). Mas os filhos são o melhor do mundo!

 

Como é ser mãe e blogger ao mesmo tempo? É fácil encontrar tempo para se concentrar e conseguir escrever?

É bastante difícil. Exige um poder de concentração, foco e organização enormes. Gerir os horários de trabalho, as mil ideias e afazeres profissionais com as minhas filhas, as refeições, a hora de ir buscar à escola, o ballet, os lanches, os banhos, as brincadeiras, as birras, a roupa para o outro dia, mãe, mãe, mãe... ao mesmo tempo que respondo a emails, falo ao telefone, vou a reuniões e tiro fotografias… Ufa!  Muitas vezes trabalho à noite, até à 1h /2h da manhã, já depois de deitar as miúdas.

 

Como surgiu a ideia de criar o Mercadito da Carlota?

Surgiu muito cedo, o blog não tinha ainda um ano de existência. A ideia surgiu porque quando eu mostrava uma peça no blog, essa peça esgotava imediatamente na marca. Por outro lado, muitas marcas só existiam online, não tinham loja física e o Mercadito era - e continua a ser - a forma de chegar ao seu público. No fundo é uma grande loja (são mais de 100 marcas) e a maior montra da moda nacional infantil.

 

O mercado tem crescido imenso ao longo das edições… Com quantas marcas já contam?

Comecei com 20 marcas. Hoje em dia, são mais de 100 marcas. A existência do Blog da Carlota (ao divulgar o que se fazia - e bem - em Portugal nesta área) potenciou a criação de muitas novas marcas nacionais.

 

Tem sido um caminho fácil a percorrer?

Sim e não. Foi fácil, porque foi uma ideia espontânea que correu logo muito bem e depois foi crescendo sustentavelmente. É mais difícil hoje em dia, apenas pela dimensão que o evento atingiu - quase 10 mil visitas num dia. É muito trabalhoso organizar o evento. São dois meses de trabalho intenso, sempre com o objetivo de superar o nível a que o público já está habituado.

 

O que é que podemos esperar desta 17ª edição do mercado? Há novidades?

Gosto muito de manter a presença das marcas "peso pesado" da moda infantil. As maiores e mais importantes marcas nacionais estão todas presentes. Mas há sempre novidades! Marcas novas, com qualidade, que vou descobrindo e nas quais aposto. Por outro lado, o Mercadito conta sempre com o lançamento das novas coleções a cada estação e, portanto, com as novidades de todas as marcas. E depois há ainda novidades no programa de animação para as famílias!

 

Tendo em conta que estou a falar com alguém que não poderia estar mais por dentro do assunto moda infantil, gostaria de perguntar-lhe quais serão as principais tendências para esta primavera-verão?

Pessoalmente acho que em bebés muito pequeninos o que fica bem é sempre o clássico. Mas mais tarde sim. E as tendências da moda infantil acompanham totalmente as tendências da moda dos "crescidos". Em termos de cor, diria que estão na moda as cores pastel como o salmão, rosa velho, menta, azul indigo, o padrão vichy (quadradinhos), mas também os tons escuros, como antracite e preto. Em termos de tecidos, o algodão orgânico, os cortes e os materiais leves e descontraídos.

 

E já agora, tem duas filhas, o que é que não deve faltar no guarda-roupa de uma menina?

Vestidos e sapatos feijão.



Ângela Mata

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!