Notícias

A galáxia de cristal da Swarovski

Das constelações, aos planetas em órbita, das cores nocturnas às formas de cristais de gelo, a marca deu vida a um caleidoscópio de elementos através de peças modernas, com brilho e execução notáveis.
Por Máxima, 18.07.2016
“CRYSTAL GALAXY” é o tema perfeito para jogar com luz e sombras e criar peças que celebram a atração misteriosa da galáxia, seja de forma figurativa ou mais abstrata. Trabalhámos com volumes redondos e tridimensionais, novas formas como anéis duplos abertos e silhuetas versáteis, numa gradação de tons que representam eclipses, estrelas e constelações,” explica Nathalie Colin, Diretora Criativa da Swarovski.

A coleção é composta por peças versáteis, adequadas a qualquer ocasião da vida de uma mulher moderna, disponíveis numa palete de cores sóbrias, que varia entre o preto, azul noturno e cristal transparente. Imagens emblemáticas da galáxia, as estrelas e constelações são uma importante fonte de inspiração para criar peças atraentes, desde a elegância clássica até às interpretações mais sofisticadas desta tendência.

Estrelas cadentes e cometas transitam entre designs delicados com um toque de elegância rock chic, realçados pela paleta de cores contrastantes de efeito chiaroscuro. Os cristais evocam a lua, enquanto estrelas pontiagudas cintilam num deslumbrante pavé de cristais, que simbolizam os raios de luar. A linha “Fatal” é o exemplo perfeito desta interpretação, com a elegância intemporal das pérolas e o moderno revestimento PVD. Por outro lado, os planetas em órbita são representados em formas esféricas que parecem flutuar, sem peso, montadas em metal liso. Simplicidade é a palavra de ordem, ecoando a calma e o silêncio da galáxia. A linha “Festival” homenageia as supernovas, com uma combinação moderna de Crystal Pearls e esferas metálicas. Esta linha oferece opções versáteis: o colar longo dá lugar à gargantilha, enquanto o anel pode ser utilizado com as esferas apoiadas no dedo em alinhamento vertical ou horizontal.

E, uma vez que a galáxia é sinónimo de gradações infinitas de tons escuros e mutáveis, o icónico revestimento Aurora Boreal da Swarovski, criado nos anos 50 para Christian Dior, é a escolha ideal para a terceira variação sobre o tema galáxia. O efeito comemora o seu 60º aniversário em 2016 e empresta às peças o seu arco-íris de tons hipnóticos e vibrantes, potenciando as suas linhas orgânicas.

O resultado é uma linha de peças sofisticadas e fortes, com detalhes minerais. Além das estrelas, planetas e da noite cósmica, a última parte da coleção é iluminada pela inspiração gelada. Cristais de gelo tornam-se colares com pontas, elementos foscos transformam-se em brincos de pendentes fluidos e o cristal transparente é o protagonista deste universo gelado. A coleção Outono-Inverno da Swarovki convida a mulher moderna e multifacetada para uma viagem cheia de estilo que promete muito brilho.
Partilhar
Ver comentários
A Máxima recomenda
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!