Moda

A exuberância e sensualidade de Diogo Miranda

Para esta coleção outono/inverno 2017-18, Diogo Miranda inspirou-se no trabalho de Guy Bourdin.
Por Rita Silva Avelar, 25.03.2017

Considerado como um dos melhores fotógrafos de moda, reconhecido pelas imagens provocantes, Guy Bourdin foi a grande inspiração do criador, buscando mais sensualidade ainda e alguma capacidade de chocar.

Diogo Miranda trabalhou maioritariamente com o tafetá de seda para criar mangas exageradas, folhos e laços volumosos e decotes que deixam os ombros expostos. Foram, também, usados padrões de flores exageradas em cores pastéis, para criar uma silhueta erótica. Toda a coleção se materializa numa mulher sexy, confiante, feminista e poderosa. 

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!