Especiais

180 anos de La Redoute: revolução por correspondência

A La Redoute é um caso raro de sucesso que atravessa 180 anos de história, entre a revolução industrial e a tecnológica. Celebramos a data com uma viagem no tempo através dos seus famosos catálogos.
Por Carolina Carvalho, 08.11.2017

O catálogo que, ao chegar pelo correio, anunciava a nova estação na moda era a imagem de marca da La Redoute. O que tornou a decisão de o extinguir um ato de coragem e o prenúncio de uma revolução. Foi criado em 1964 e presume-se que a sua origem esteja na década de 1920, quando as clientes La Redoute começaram a receber uma assinatura da revista feminina Pénélope, Travaux de Laines et Modes. Trocar o catálogo La Redoute pelo foco da comunicação na plataforma digital foi um dos pilares da mudança que Nathalie Balla e Éric Courteille começaram quando ficaram com a La Redoute a seu cargo, em 2014. Os atuais diretores-gerais traçaram uma nova estratégia, sem nunca abandonar o valor máximo La Redoute: continuar a ser uma marca familiar. Em Paris, na apresentação da coleção de outono/inverno de moda e mobiliário em junho deste ano, ambos garantem que as apostas se estão a revelar vencedoras.

O início da marca leva-nos ao século XIX, quando Pierre-Joseph Pollet decide trocar a agricultura pela indústria e funda uma fábrica de fiação, em Roubaix, no norte de França. Depois, as linhas da História começaram a unir os pontos: primeiro, a instalação da fábrica na Rue de La Redoute e, depois, em 1922, o aumento de stock levou a empresa a começar a vender através de um anúncio de jornal. O sucesso foi imediato. Na década de 1960, uma em cada cinco famílias francesas era cliente La Redoute. Hoje, as encomendas viajam até ao Médio Oriente, África ou Austrália, seja moda para mulher, homem e criança ou mobiliário e decoração.

A restruturação da marca francesa levou para o departamento de moda uma nova diretora de pronto-a-vestir, Léna François,e uma nova organização das coleções, agora todas sob o nome La Redoute Colletions. Continuam a existir as marcas internacionais e no que se refere às famosas parcerias com nomes da moda esperam-se surpresas para o futuro. 

Ao comemorar 180 anos, a marca continua a orgulhar-se dos seus feitos e a sublinhar a importância de um dos principais valores da sua história: a relação que mantém com as clientes. E, aproveitando a data, a filial portuguesa anuncia que as celebrações continuam no próximo ano, já que se completam três décadas da La Redoute, em Portugal.
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!