Especiais

10 lições de estilo no trabalho

“Imagem Profissional – Guia de Estilo” é o novo livro de Rita Carvalho. Entrevistámos a autora para saber mais sobre aquilo que podemos, ou não devemos, usar no trabalho.
Por Máxima, 16.11.2016
O novo livro de Rita Carvalho, consultora de comunicação e imagem e blogger, chama-se "Imagem Profissional – Guia de Estilo" e o nome, por si só, já nos revela o que podemos encontrar ao longo de 336 páginas. «Sabia que as pessoas formam 90 cento da opinião sobre quem acabam de conhecer nos primeiros quatro minutos de um encontro? E que a 60 a 80 por cento do impacto que causam é de natureza não-verbal?» esta é uma das curiosidades que bem explicam o porquê de saber vestir consoante a ocasião, quando a image pode determinar tudo. Neste livro, ilustrador po Ana Gil, Rita Carvalho explica a importância da aparência num guia prático de estilo profissional, que aborda vários contextos empresarias e é destinado a homens e mulheres, dos 20 aos 66 anos. A boa notícia? As orientações e as recomendações que dá neste livro são úteis e simples de aplicar  no  quotidiano. veja aqui as 10 Lições de estilo no trabalho, eleitas pela autora.

 

  1. 1. Respeite o dress code da sua empresa
Tenha em conta o dress code (código de vestuário) da sua empresa na hora de escolher o que usar. É business formal ou casual? Se trabalha num ambiente mais formal, saiba que vai ficar mais condicionada nas suas escolhas, ao nível dos modelos, cores e padrões, já que é valorizado um estilo mais clássico, discreto e elegante. Ou seja, modelos estruturados, tons neutros e materiais nobres. Se pelo contrário trabalha num ambiente casual ou numa área mais criativa, então tem uma maior liberdade de opções. Neste caso, pode assumir a sua originalidade, recorrendo a combinações mais coloridas ou peças statement; e usar peças mais confortáveis, como é o caso de jeans, t-shirts ou ténis. Independentemente do dress code, o importante é sentir-se confortável e confiante. As profissionais liberais devem ter em atenção ao contexto e ocasião, como quando surge uma reunião ou evento profissional.

  1. 2. Tenha em conta o contexto ou ocasião
Por mais que adore aquele vestido de festa, jeans rasgados, chinelos ou stilettos, a verdade é que no local de trabalho e numa reunião ou apresentação deve optar por um estilo mais discreto, de modo a não desviar a atenção do seu discurso. Aproveite para usar as suas peças favoritas ou revelar o seu lado mais sexy no seu tempo de lazer ou em determinados contextos, mas num ambiente profissional deve ser mais moderada. A não ser que vá a um desfile de moda, ocasião especial ou trabalhe numa indústria criativa, evite os excessos, brilhos, peças muito curtas e justas, grandes decotes, transparências e um look integral com tendências de moda.

  1. 3. Esteja preparada para as mudanças de temperatura
O aquecimento central ou ar condicionado é uma situação familiar em muitos locais de trabalho. Mas nem sempre é possível manter uma temperatura ambiente, que seja ideal para todos os colaboradores. Além disso, de manhã quando sai de casa ou no final do dia quando regressa, enfrenta muitas vezes temperaturas mais baixas. O truque é vestir-se por camadas, ou seja, fazer sobreposições de peças, que possa facilmente retirar sempre que necessário ao longo do dia. Um pullover ou casaco de malha, complementado com um trench coat ou sobretudo, bem como écharpes ou capas são boas opções para o dia-a-dia.

  1. 4. Invista num guarda roupa de qualidade, versátil e intemporal
Aposte nos básicos de guarda-roupa, que nunca passam de moda e que devem ser a base de qualquer armário, pois oferecem maiores possibilidades de combinações com outras peças, sendo também mais versáteis e duradouros. Para a base do seu guarda roupa invista em: cores neutras - como o cinzento, preto, bege, castanho, azul escuro, branco, vinho e verde escuro – que proporcionam maiores possibilidades de conjugação com outras cores; em peças versáteis, que possam ser usadas em diversos contextos e, até mesmo, em várias estações do ano; em artigos de qualidade, tanto nos materiais, como nos acabamentos e no corte (forma como assentam no corpo); e em modelos intemporais, que por serem mais clássicos não passam de moda. Invista na qualidade em vez da quantidade. Aproveite depois para complementar o seu guarda roupa com acessórios, peças tendência ou apontamentos, que possam dar um toque personalizado ao seu estilo.
 
  1. 5. Crie o seu estilo pessoal
Respeitar o dress code da empresa não significa ter um visual monótono e desinteressante. Mesmo que tenha de optar por um estilo mais discreto e sóbrio, não tem de se vestir como se usasse uma farda. Um boa forma de adoptar um estilo personalizado é recorrer a acessórios ou combinar diferentes padrões e cores, de forma harmoniosa. Uma mala de cor viva, uns sapatos animal print,  um cinto usado por cima do blazer, um lenço de seda colocado de forma diferente, uma gola de pêlo, um maxi-colar, uns óculos de vista de actetato colorido ou um relógio vintage podem dar aquele toque personalizado ao seu look. Por outro lado, misturar padrões de pequena dimensão, como riscas com bolinhas ou com xadrez, pode revelar o seu lado mais criativo. Pode ainda recorrer a combinações de cores ou a uma peça tendência, conjugando-a com os básicos de guarda roupa.

  1. 6. Use as cores a seu favor
Já dizia Coco Chanel "A melhor cor do mundo é aquela que lhe fica bem". Ou seja, nem todas as cores que estão na moda valorizam o seu tom de pele e cabelo. Certifique-se de quais são os tons (frios ou quentes) que mais a favorecem. Lembre-se de que o preto, apesar de ser uma cor de eleição para muitas mulheres, quando usado junto ao rosto pode dar-lhe um ar mais envelhecido e realçar as olheiras, manchas ou rugas. O mesmo pode acontecer com os tons pastel, que podem dar-lhe um aspeto mais pálido e cansado. Além disso, use cores mais escuras, mate e neutras nas zonas do corpo que pretende disfarçar e tons mais vivos, claros e brilhantes nas áreas que pretende evide
nciar. Se pretender alongar a silhueta aposte num look monocromático (uma só cor).

  1. 7. Não tem tempo de ir casa? Prepare-se para um evento depois do trabalho
A maior parte das mulheres não tem tempo para ir a casa, antes de um evento depois do trabalho. Uma boa solução será usar peças versáteis (um vestido preto ou uma camisa branca com umas calças pretas, por exemplo) e depois mudar ou acrescentar acessórios. Troque a mala de dia por uma clutch, os sapatos rasos por uns stilletos, o casaco de malha por um blazer, ou um cinto com detalhes e coloque um maxi colar ou brincos pendentes. Esta é uma forma prática e rápida de mudar de visual no escritório. Além disso, basta apanhar o cabelo ou retocar a maquilhagem, aplicando um pouco de blush e um batom colorido, para transformar o seu look.

  1. 8. Conquiste um ar mais luminoso e saudável em 5 minutos
Olheiras, marcas e manchas na pele podem dar-lhe um ar envelhecido e cansado. Um bom truque para disfarçar o efeito das noites mal dormidas e os sinais de envelhecimento é recorrer a uma maquilhagem suave e natural. Uniformize o tom de pele, com uma base cremosa ou fluída, adaptada ao seu tipo de pele, use um corretor de olheiras e finalize com um pó compacto para fixar a maquilhagem. Depois aplique um pouco de blush e uma máscara de pestanas para abrir olhar. Basta apenas 5 minutos para ficar com um ar mais luminoso e disfarçar pequenas imperfeições do rosto. Mas não se esqueça de que a base tem de ser do seu tom de pele para não se notar a diferença do rosto para o pescoço. O estado do cabelo e das unhas também são aspectos importantes a ter em conta.

  1. 9. Invista em produtos miniatura para ter no escritório
Quantas vezes não ficou sem um botão, com uma malha nas meias ou teve de retocar o desodorizante ou a maquilhagem ao longo do dia? O ideal é ter sempre um kit de emergência na gaveta da sua secretária com produtos miniatura, de forma a recorrer sempre que necessário. Pasta e escova de dentes, desodorizante, perfume, lima de unhas e verniz, um kit compacto de maquilhagem e de costura, bem como uns collants extra dão sempre jeito em qualquer situação.

  1. 10.  Não se esqueça da imagem que transmite nas redes sociais
LinkedIn, Facebook, Instagram, Twitter, Snapchat e YouTube são algumas das redes sociais mais utilizadas hoje em dia. Mas é importante observar de que forma a imagem que transmite tem implicações na sua vida profissional. A maior parte dos recrutadores pesquisa as redes sociais dos candidatos, antes de uma entrevista de emprego ou contratação, de modo a avaliar o seu comportamento, valores e interesses. Além disso, na maioria das vezes, os colaboradores partilham conteúdos nas redes sociais com as suas chefias e os colegas, pelo que é fundamental ter cuidado com o tipo de comentários e imagens publicadas. Desabafos sobre clientes ou processos internos, fugas de informação e fotos comprometedoras podem custar-lhe o emprego. O que é da esfera privada deve manter-se como tal. Referências a drogas ou álcool, erros ortográficos e linguagem ofensiva são os pontos negativos, que maior impacto têm a nível profissional.
Partilhar
Ver comentários
A Máxima recomenda
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!