Fotogalerias

Tradições de Casamento pelo mundo

Por Máxima, 05.09.2017
ÍNDIA | Joota Chupai: tradição na qual as mulheres solteiras mais velhas, do lado da família da noiva, ‘roubam’ os sapatos do noivo. Cabe à família do noivo voltar a encontrá-los.
FILIPINAS | Lançamento de pombas: A noiva e o noivo libertam, cada um, duas pombas brancas no final da cerimónia. Os pássaros simbolizam um casamento repleto de amor e sucesso.
GUATEMALA | Partir um sino: A mãe do noivo parte um sino de cerâmica branco à chegada dos noivos. Esta tradição simboliza a prosperidade do casal.
COREIA | Patos: Patos de madeira são atirados à noiva pela sogra. Os chamados patos ‘Mandarin’ são considerados companheiros para a vida, e é daí que vem a simbologia de um casamento para todo o sempre. Se a noiva apanhar o pato, significa que será mãe de um menino, se não apanhar, será de uma menina.
GRÉCIA |Fazer a barba: O padrinho do noivo (‘koubaros’) deverá fazer a barba ao noivo, enquanto os outros amigos o ajudam a vestir-se. Este ato simboliza a amizade verdadeira.
ÁFRICA/AMÉRICA | Saltar para cima da vassoura: O casal deve saltar para cima de uma vassoura no final da cerimónia. Aquele que conseguir saltar mais alto é aquele que terá mais voz ativa entre o casal.
ILHAS FIJI | Dente de baleia: Para pedir a mão da noiva em casamento, o noivo deverá oferecer um dente de baleia a esta e ao pai desta. Este presente é de imenso valor naquela região.
CHINA | Vermelho: As noivas chinesas usam véus vermelhos e um chapéu de chuva também vermelho que deverá ser aberto em cima da sua cabeça. O vermelho tem um simbolismo muito forte na cultura chinesa: sorte, amor, audácia e riqueza
 ALEMANHA | Partir pratos: Os convidados devem partir pratos de porcelana e os cacos devem ser limpos pelos próprios noivos. Esse ato de limpeza simboliza o afastar de espíritos e demónios e ao mesmo tempo demonstra que o casal consegue enfrentar desafios juntos.
JAPÃO | Partilha de copos: Os noivos devem dar um gole de três copos diferentes que partilham com os respetivos pais. Este hábito serve para estabelecer um elo de ligação entre as duas famílias.
JUDAÍSMO | Partir copo: Um copo especialmente criado para o casamento é partido no chão com o pé. Por norma é o noivo que o parte. Há diferentes interpretações, uma delas diz tratar-se de uma lembrança à destruição do primeiro Templo de Jerusalém, outra revela que servirá para espantar demónios.
ITÁLIA | Confettis: Amêndoas doces, chamadas ‘confetti’, são oferecidas aos convidados e atiradas aos noivos. É uma tradição que remonta ao tempo dos Romanos e que serve de agradecimento aos convidados, representando saúde e felicidade. Atualmente, já são substituídas por pedacinhos de papel.
PERU | Brindes no bolo: O bolo de casamento tem pequenos brindes no seu interior (do género do nosso ‘bolo rei’), um deles, um anel de noivado falso. Se esse anel calhar na fatia de uma mulher solteira, será ela a próxima a casar.
NORUEGA | Coroa espanta-espíritos: É suposto a noiva usar uma coroa de prata e ouro, repleta de pequenos pendentes, que tintilam sempre que a noiva se movimenta. Esse som diz-se servir para espantar demónios.
IRLANDA | O sino irlandês: Depois de serem recitados os votos dos noivos, toca o sino. Esta tradição serve para afastar os maus espíritos.
AUSTRÁLIA| Pedras coloridas: No dia do casamento é suposto todos os convidados levarem uma pedra pintada de uma cor diferente e oferecê-la aos noivos. Todas as pedrinhas são depois colocadas numa taça que decorará a casa do casal. É uma forma de lhes lembrar da família.
VENEZUELA | Noiva em fuga: No final da cerimónia, os noivos ‘fogem’ literalmente do copo de água. Terão sorte no casamento se conseguirem fugir sem serem notados.
ÍNDIA | Joota Chupai: tradição na qual as mulheres solteiras mais velhas, do lado da família da noiva, ‘roubam’ os sapatos do noivo. Cabe à família do noivo voltar a encontrá-los.
Tradições de Casamento pelo mundo
Ver comentários
Últimas Fotogalerias

Comentários

0 Comentários
As mais vistas

Notícias Máxima por Categorias