Fotogalerias

Os estranhos hábitos da família real inglesa

Por Máxima, 26.10.2017
O Duque de Edimburgo veste-se de uma forma tão descontraída no seu dia a dia que é confundido com um jardineiro. Por vezes, aparecia na cozinha com camisolas antigas e alguns empregados não o reconheciam à primeira.
A família real age de forma totalmente diferente em Balmoral, o castelo que têm na Escócia, onde costuma passar férias. Este é o único cenário onde de facto relaxam e onde é comum a rainha aparecer quase todos os dias, ao contrário do que acontece no Palácio de Buckingham. Quando aqui está, o Duque de Edimburgo tem por hábito fazer barbecues.
Os jantares são muito idênticos aos de Downton Abbey no que respeita à formalidade. A família toma sempre o chá das cinco e depois troca de roupa para o jantar. São usadas as melhores porcelanas para as refeições em família. No final, é comum haver uma sessão musical de gaita-de-foles.
Os empregados mentiam à rainha-mãe quanto à hora do jantar. Como sabiam que se atrasava sempre, diziam-lhe que o jantar era às 20h15 e aos restantes elementos da família era dito às 20h30.
A princesa Diana seguia uma dieta restrita. Quando todos se aperceberam que sofria de bulimia, algumas coisas mudaram no menu do Palácio de Buckingham. Diana adorava peixe e comida saudável.
A princesa Diana recusava-se a comer carnes vermelhas. A única que escapava era o borrego.
Os convidados de Diana nunca chegavam a saber que ela comia uma versão menos calórica do prato deles.
Uma vez, Sarah Ferguson cancelou os planos e uma refeição inteira foi desperdiçada. Tinha ido ao cinema e pedido que preparassem o jantar pelas 22h30, mas acabou por ir a um restaurante.
Os príncipes Harry e William adoravam fast food. Por vezes, acontecia Diana mandar cancelar o almoço porque ia levar os príncipes ao McDonald’s. Numa dessas ocasiões, o cozinheiro disse-lhe que podia fazer hambúrgueres, mas Diana confessou-lhe que o que eles realmente queriam era o brinquedo do Happy Meal.
A rainha recebe um livro com o menu de cada dia, através do qual pode escolher os pratos e sobremesas que quer.
A rainha recebe um livro com o menu de cada dia, através do qual pode escolher os pratos e sobremesas que quer.
A rainha adora chocolate negro. Consta que quanto mais negro (amargo) melhor.
A rainha recusa-se a comer alho porque detesta o sabor e o cheiro.
O Duque de Edimburgo não é adepto da comida orgânica que o Príncipe Carlos tanto defende.
A rainha gosta de comer diretamente do Tupperware quando está em Balmoral.
Algumas vezes, a rainha Isabel II come fruta num prato com diamantes e safiras incrustados. Há cerca de 30 anos esse mesmo prato foi avaliado em 500 mil libras.
A rainha gosta de comer Kellog’s ao pequeno-almoço.
Já aconteceu o Duque de Edimburgo trocar de prato com os empregados. Uma vez apareceu na cozinha para saber o que havia para o jantar e acabou mais interessado no menu deles.
O Duque de Edimburgo veste-se de uma forma tão descontraída no seu dia a dia que é confundido com um jardineiro. Por vezes, aparecia na cozinha com camisolas antigas e alguns empregados não o reconheciam à primeira.
Os estranhos hábitos da família real inglesa
Ver comentários
Últimas Fotogalerias

Comentários

0 Comentários
As mais vistas

Notícias Máxima por Categorias