Fotogalerias

Os 10 melhores países para as mulheres viverem

Por Máxima, 03.08.2017
SUÉCIA | Este é um país campeão no que toca aos direitos das mulheres: tem uma das políticas de apoio à parentalidade melhores do mundo para ambos os sexos (os pais têm direito a 480 dias de licença pagos na totalidade e divididos entre ambos), as mulheres têm direito a cuidados pré-natais gratuitos ou subsidiados e metade dos ministros do governo são mulheres.
DINAMARCA | Comparativamente a outros países, a Dinamarca tem pequenas lacunas entre homens e mulheres no que diz respeito à educação, economia, saúde e política. Tem também uma das políticas de parentalidade mais flexíveis da União Europeia.
NORUEGA | Aqui, as mulheres podem tirar 35 semanas de licença de maternidade, pagas na totalidade ou 45 semanas pagas a 80 por cento. O país é considerado um dos mais igualitários em todo o mundo, no que toca a questões de género.
HOLANDA | Na Holanda, as novas mães têm direito a uma enfermeira de apoio, que é paga através de um seguro. O país tem também, nos últimos anos, reduzido as desigualdades entre homens e mulheres em diferentes campos.
CANADÁ | O Canadá tem feito dos direitos das mulheres parte fulcral da sua política interna e externa
FINLÂNDIA | Este foi o primeiro país a dar às mulheres o direito de voto e a legalizar o sufrágio universal. Foi também na Finlândia que se criou o International Gender Equality Prize.
SUIÍÇA | Este é um país que também tem tido uma enorme evolução no que diz respeito aos direitos das mulheres, mesmo que apenas tenham permitido o voto feminino em 1971 e tenham sido um dos últimos países do mundo a fazê-lo.
AUSTRÁLIA | A participação de homens e mulheres no desporto é praticamente igual e existe uma maior esperança média de vida para ambos os sexos.
ÁUSTRIA | Este estado democrático é considerado um centro cultural, com uma das melhores qualidades de vida do mundo, para homens e mulheres.
NOVA ZELÂNDIA | Para ambos os sexos, este país é dos mais seguros e pacíficos.
SUÉCIA | Este é um país campeão no que toca aos direitos das mulheres: tem uma das políticas de apoio à parentalidade melhores do mundo para ambos os sexos (os pais têm direito a 480 dias de licença pagos na totalidade e divididos entre ambos), as mulheres têm direito a cuidados pré-natais gratuitos ou subsidiados e metade dos ministros do governo são mulheres.
Os 10 melhores países para as mulheres viverem
Ver comentários
Últimas Fotogalerias

Comentários

0 Comentários
As mais vistas

Notícias Máxima por Categorias