Fotogalerias

Au revoir, Colette: 9 perguntas a uma das fundadoras

A loja, santuário do cool que se tornou um espaço de referência no universo da moda, vai fechar as portas em dezembro, vinte anos depois da sua inauguração. E depois do adeus? Falámos com a cofundadora Sarah Andelman, filha de Madame Colette.
Por Carolina Carvalho, 20.09.2017
O interior da loja Colette, no nº 213 da Rue de Saint-Honoré, em Paris.
O interior da loja Colette, no nº 213 da Rue de Saint-Honoré, em Paris.
O interior da loja Colette, no nº 213 da Rue de Saint-Honoré, em Paris.
O interior da loja Colette, no nº 213 da Rue de Saint-Honoré, em Paris.
O interior da loja Colette, no nº 213 da Rue de Saint-Honoré, em Paris.
O interior da loja Colette, no nº 213 da Rue de Saint-Honoré, em Paris.
O interior da loja Colette, no nº 213 da Rue de Saint-Honoré, em Paris.
O interior da loja Colette, no nº 213 da Rue de Saint-Honoré, em Paris.
Sarah Andelman, co-fundadora Colette.
A instalação The Beach, de Snarkitecture, no museu de Artes Decorativas, para o 20º aniversário da Colette, em março de 2017. © Genaro Bardy
A instalação The Beach, de Snarkitecture, no museu de Artes Decorativas, para o 20º aniversário da Colette, em março de 2017. © Genaro Bardy
A instalação The Beach, de Snarkitecture, no museu de Artes Decorativas, para o 20º aniversário da Colette, em março de 2017. © Genaro Bardy
Bicicleta Buzzraw de Alex Jumelin. Uma parceria para celebrar os 20 anos da Colette.
Ténis Nike. Uma parceria para celebrar os 20 anos da Colette.
Ténis de Joshua Sanders & Smiley. Uma parceria para celebrar os 20 anos da Colette.
O interior da loja Colette, no nº 213 da Rue de Saint-Honoré, em Paris.
Au revoir, Colette: 9 perguntas a uma das fundadoras
Ver comentários
Últimas Fotogalerias

Comentários

0 Comentários
As mais vistas

Notícias Máxima por Categorias