Notícias

Tour rima com glamour? Sim, graças à duquesa Kate

Os duques de Cambridge e os filhos partiram em viagem pelo Canadá entre os dias 26 de setembro e 1 de outubro. A imprensa não os perdeu de vista durante uma semana bem preenchida de eventos na qual se destacaram a simpatia de toda a família e, claro, o guarda-roupa da duquesa.
Por Máxima, 04.10.2016
Uma viagem real ao estrangeiro implica sempre um guarda-roupa preparado com muita estratégia, o que inclui pensar em diplomacia, apostas seguras, surpresas, joias e acessórios para diferentes tipos de eventos. Por isso, quando se tornou oficial a viagem dos duques de Cambridge com os filhos ao Canadá começou a expectativa sobre o que levaria na bagagem a duquesa, Kate Middleton. O site da revista Hello até fez uma contagem decrescente até à chegada da família ao Canadá e apresentou aquele que seria o possível staff dos Duques nesta viagem (aqui).
Esta é segunda vez que os Duques de Cambridge visitam o Canadá enquanto casal. A primeira foi precisamente logo após o seu casamento, em 2011, numa viagem que os levou também pelos Estados Unidos da América. Na altura foi o primeiro teste de Kate Middleton além fronteiras e ainda pouco se sabia sobre o seu estilo. Desta vez foi tudo bem diferente. A família aterrou em Victoria a 24 de setembro e desembarcou junta: os duques com os dois filhos (o príncipe George de três anos e a princesa Charlotte de um ano). A duquesa de Cambridge escolheu um vestido azul Jenny Packham, com um chapéu a condizer de Lock & Co e com a pregadeira em forma de folha de acer, da Rainha. O look impecável e até soberano do primeiro dia fazia prever uma viagem que trazia algumas surpresas na mala. E de facto houve um pouco de tudo, as marcas que a duquesa mais gosta, um casaco que já conhecíamos, a escolha de novas marcas, como Preen y Thornton Bregazzi, See by Chloé e Carolina Herrera e até marcas low cost.
Depois de uma chegada marcante seguiu-se uma segunda aposta clássica. Na primeira noite houve uma receção na Casa do Governador, em Victoria, e a duquesa usou um vestido vermelho Preen by Thornton Bregazzi, que lembrava o estilo da década de 1950 e que foi acessorizado com a mesma pregadeira em forma de folha de acer. Esta joia foi um presente do rei Jorge VI à sua esposa, a rainha Isabel (os pais da rainha Isabel II), quando em 1939 fizeram uma visita de estado ao Canadá. Às escolhas clássicas juntam-se ainda o vestido Alexander McQueen da coleção resort 2017 na chegada a Vancouver, o vestido verde Dolce & Gabbana que a duquesa usou para visitar a Universidade de British Columbia, em Kelowna e o vestido bege See by Chloé que usou para uma festa de jardim na Casa do Governador em Victoria, junto ao príncipe William e aos pequenos príncipes de Cambridge. Na mala de viagem não podiam faltar casacos, como um casaco verde Hobbs reutilizado, um casaco vermelho CH Carolina Herrera que a Duquesa usou para caminhar pela Main Street Party, em Whitehorse, e o casaco Catherine Walker em tons de bege que a duquesa escolheu para se despedir do Canadá com toda a família. A provar ainda a sua habilidade para conseguir looks casual/chique, a Duquesa Kate optou por peças low cost nesta viagem. Para assistir a uma cerimónia de partilha cultural no Wawiskas Community Hall, em Bella Bella, a Duquesa usou uns jeans com uma camisa de xadrez e uma camisola de malha azul e botas Penelope Chilvers de cano alto. Um look que completou com um trench coat Holland & Holland para visitar mais tarde a floresta Great Bear. Em Haida Gwaii um novo look informal composto por calças justas, botas castanhas e casaco verde foi completado por uma trança no cabelo. Para visitar a instituição de Cridge Centre, no último dia de viagem, optou por peças Zara e H&M, num conjunto de calças pretas com top e blazer brancos. Além da pregadeira em forma de folha de acer, a já tradicional diplomacia com o guarda-roupa viu-se também no casaco de malha da famosa marca canadiana Sentaler que a duquesa usou com uns skinny jeans e umas botas de cano alto numa visita a Carcross.
O jornal inglês Daily Mail apressou-se a fazer uma soma dos valores do guarda-roupa da Duquesa (aqui) enquanto o Daily Telegraph foi conhecer um pouco melhor aquela que parece ser a stylist da Duquesa (aqui). Segundo o artigo do site do jornal inglês "embora o palácio nunca tenha confirmado oficialmente que Natasha Archer está a ajudar no guarda-roupa da Duquesa, um número de designers falou sobre trabalhar com Archer nos looks que Kate usou." Sejam quais forem as armas secretas da duquesa, esta tour pelo Canadá mostrou-nos as novas aquisições do guarda-roupa real e solidificou o seu estatuto de ícone de estilo, a quem até a famosa lista dos Mais Bem Vestidos da revista Vanity Fair já se rendeu. Agora que a família está de volta a casa encerra-se mais um capítulo. No site da família real (aqui) é possível ver um pouco do que se passou em cada dia deste tour e até relembrar os looks da duquesa Kate.
Por: Carolina Carvalho
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!