Notícias

Georgina Chapman, mulher de Harvey Weinstein, anuncia separação após revelações de abusos sexuais

A designer inglesa tem dois filhos com o produtor e pediu privacidade à imprensa depois de partilhar a decisão.
Por Marta Carvalho, 11.10.2017
Enquanto a lista de alegadas vítimas de assédio sexual por parte de Harvey Weinstein continua a crescer, a mulher do produtor, Georgina Chapman, anunciou que decidiu separar-se do produtor. "O meu coração está devastado devido às mulheres que sofreram uma dor tremenda com estas ações imperdoáveis. Escolhi deixar o meu marido. Tomar conta dos meus filhos é a minha primeira prioridade e, por isso, peço à imprensa privacidade neste momento", declarou em comunicado à revista People.

Entre os nomes que acusam o produtor encontram-se Gwyneth Paltrow e Angelina Jolie, que admitem agora ter sido vítimas dos avanços de Weinstein na década de 90. Paltrow explicou ao The New York Times que foi contratada por Weinstein quando tinha 22 anos e que o produtor a encorajou a entrar no seu quarto para uma sessão de massagens. Este parece ter sido o método constante de Weinstein, que durante pelo menos três décadas convidou jovens atrizes e colegas de trabalho para reuniões no seu quarto de hotel, onde encontrariam o produtor com um robe vestido. A maior parte das acusações menciona avanços de cariz sexual por parte do produtor, mas agora começam a surgir alegadas vítimas de violações que Weinstein nega com firmeza.

Georgina Chapman é a diretora criativa da marca de womenswear Marchesa, que fundou com a designer Keren Craig, em 2004, pouco depois de começar a namorar com Harvey Weinstein. O produtor foi um dos primeiros investidores da marca e fontes dizem que teve um papel importante na parte da publicidade, criando ligações entre a marca e várias celebridades que a vestiram na passadeira vermelha. Weinstein e Chapman casaram-se em 2007 e têm dois filhos, de sete e quatro anos.

Já várias personalidades, incluindo Barack Obama, condenaram o comportamento de Harvey Weinstein, mas Chapman tinha permanecido em silêncio até ao mais recente comunicado.
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!