C-Studio i

C-Studio

O que fazer para ter um cabelo saudável

A pensar em todos os portugueses que sofrem com este problema, a Well’s criou o Centro de Diagnóstico Capilar, em parceria com a Vichy. Até 15 de outubro faça uma avaliação gratuita e descubra o estado de saúde do seu cabelo.
Por Máxima, 03.10.2017

Tanto nas mulheres como nos homens, a queda de cabelo tem um grande impacto psíquico e social. Quando começam a notar mais cabelos a cair durante o banho, na almofada ou simplesmente quando passam a mão pelo cabelo, muitos entram imediatamente em pânico. A densidade capilar vai diminuindo lentamente e a perda de cabelo é cada vez maior. Um rol emocional sério desenvolve-se. Especialmente para as mulheres, que veem a perda de cabelo como uma vergonha. Mesmo depois de Keira Knightley ter revelado que usa peruca há anos devido à perda de cabelo.

Nesta era das redes sociais em tempo real, com filtros e modelos do Instagram, espera-se que todas as mulheres tenham um cabelo incrivelmente hidratado, brilhante e espesso. O cabelo é visto como tudo para uma mulher. É o que dá forma ao rosto e o que representa a beleza feminina. Mas então o que podemos fazer para ter um cabelo saudável? Ou melhor, o que não podemos fazer? A convite da Well’s, especialistas estiveram reunidos no Centro Comercial Colombo para realizar diagnósticos e esclarecer todas as dúvidas relacionadas com a queda de cabelo.

Porque cai mais cabelo no outono?

Existem duas grandes causas da perda de massa capilar: o envelhecimento fisiológico e os fatores externos. Se o primeiro faz parte do ciclo de vida do folículo – com o passar dos anos, a fase de crescimento torna-se mais pequena e a fase de dormência, mais longa –, os fatores externos agravam este fenómeno ao danificar os folículos capilares. No outono, depois dos meses de exposição solar que estimulam os sensores de luminosidade – o que faz com que o cabelo cresça mais –, há proporcionalmente uma queda maior. O que significa que o cabelo se está a renovar. Não precisa de se preocupar. Trata-se apenas de uma queda sazonal. Mas há certos cuidados obrigatórios.


A alimentação influencia a queda de cabelo?

Nomeadamente com a alimentação. Necessitamos de uma série de nutrientes para que o folículo crie um cabelo normal. Falta de zinco e ferro, por exemplo, na dieta alimentar adotada tem consequências para o cabelo. Por isso, ter uma alimentação equilibrada, dormir bem e manter-se hidratado são bons aliados de um cabelo saudável. Se antigamente a queda de cabelo se relacionava maioritariamente com questões hormonais e fatores hereditários, hoje em dia, vamos mais além: alimentação, temperatura, poluição, exposição solar, stress, são alguns dos fatores que influenciam a saúde capilar.

Como tratar a queda de cabelo?

Primeiro, deve fazer um diagnóstico capilar para avaliar o estado de saúde do cabelo. Até 15 de outubro, pode fazer esta avaliação, gratuitamente, em qualquer uma das 200 lojas Well’s que se encontram espalhadas pelo país ou num dos três quiosques especiais presentes no CascaiShopping, NorteShopping e Centro Comercial Colombo. Uma equipa farmacêutica formada para avaliar com todo o cuidado e de forma personalizada cada situação vai apresentar depois um aconselhamento individual com os melhores produtos antiqueda. A acompanhar esta ação, a Well’s tem em vigor uma campanha de descontos em todos os produtos Vichy Dercos. Com isto, a Well’s espera chegar a cada vez mais pessoas e promover a saúde capilar dos portugueses.

Partilhar
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!