Nutrição

Três dias, menos dois quilos

As lojas Go Natural acabam de criar um plano detox para emagrecer, desintoxicar o organismo, mudar hábitos alimentares e renovar energias. Uma jornalista da Máxima foi testá-lo.
Por Carlota Morais Pires, 21.07.2017

O novo programadetox do Go Natural foi pensado e desenvolvido por Liliana Barros, a nutricionista que tem trabalhado de perto com o gigante português de alimentação saudável (agora, além das lojas, a Go Natural acaba de ser comprada pelo grupo Sonae que quis expandir o seu império e juntar aos restaurantes supermercados de produtos bio) na criação de todos os seus pratos. Liliana Barros planeou este detox para ser cumprido durante um a três dias, de acordo com os objetivos que nos levaram a começar.

Decidi experimentar o plano de três dias, entusiasmada com as suas promessas: ajudar o organismo a eliminar as toxinas e os sintomas associados às más escolhas alimentares, como o stress, o mau humor, o excesso de peso (e a dificuldade em perdê-lo), o inchaço e a sensação de fadiga.    

Todas as refeições de cada dia estão guardadas numa caixa de cartão que pode ser levantada nas lojas Go Natural de todo o país por €27,95; trouxe três para o programa detoxde três dias, que pode ser adquirido por €79. Dentro de cada caixa descobrimos um folheto impresso que nos diz exatamente o que comer e a que horas.

O dia começa com um sumo de fruta e vegetais (o meu preferido foi o Goji Bellies, que juntava cenoura, maçã, gengibre e infusão de goji), que deve ser bebido em jejum às 7h30. Meia hora mais tarde, para o pequeno-almoço basta juntar água quente ao copo com a aveia para fazer as papas, que também podem ter pedaços de cacau cru ou amêndoas. Há um snack para meio da manhã (por volta das 10 horas, mas as horas são flexíveis, claro) com maçã desidratada e mais um sumo. O almoço é sopa de tomate, couve-flor ou espinafres que podemos misturar com ummix de sementes; as sobremesas são duas energy balls, as apetecíveis bolinhas energéticas de cacau, tâmaras e frutos secos (que já eram um bom motivo para almoçar no Go Natural antes de experimentar o detox). Na caixa descobrimos ainda dois lanches: um sumo e uma barra de cereais (a de beterraba é uma das melhores surpresas do plano!) para comer por volta das 15h30 e mais um sumo e um mix de frutos secos para o segundo lanche, a acontecer por volta das 18 horas. O jantar deve ser sopa com um mix de sementes e há uma infusão desintoxicante de dente-de-leão para tomar à ceia, por volta das 22h30. 

À partida, cumpre logo o seu primeiro objetivo: contrariar a ideia de que um programa detoxé uma dieta líquida, difícil e sem sabor. Todas as sopas, sumos e snacks são servidos em quantidades pensadas para, em conjunto, fornecerem ao organismo os nutrientes que precisamos para não ter fome e, ainda assim, ser possível perder peso. Naturalmente, o detox também limita a lactose, o glúten, o sal e o açúcar, para que todas as refeições sejam saudáveis.

Apesar de já seguir uma alimentação saudável, consegui perder dois quilos em três dias, além de sentir que o plano ajudou a eliminar a retenção de líquidos e a sensação de barriga inchada ao final do dia. É um bom começo para mudar de hábitos e trocar a fast food por outras escolhas e sabores (não menos interessantes) que nutrem o organismo e, a longo prazo, contribuem para a perda de peso, a eliminação da celulite e da retenção de líquidos, para melhorar a disposição, o humor, o bem-estar geral que também se reflete na aparência do corpo do cabelo e da pele.    

Partilhar
Ver comentários
A Máxima recomenda
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!