Família

Top 7: os hotéis preferidos das estrelas para serem infiéis

As mais incríveis e rocambolescas histórias que se viveram nestes luxuosos hoteis, protagonizadas pelas mais célebres personagens do mundo do cinema, música e artes.
Por Máxima, 19.10.2016
Chateau Marmont, Los Angeles

Situado numa das mais emblemáticas zonas de Los Angeles, a Sunset Boulevar, o Chateau Marmont atrai gente famosa. Nele houve mortes, intrigas políticas, longas festas com alcóol e muitas, mas muitas infidelidades. Talvez seja por isso que o hotel resistiu a vários sismos desde 1933 até aos dias de hoje, sem sofrer qualquer dano, tendo chegado ao ponto de um executivo dos estúdios de cinema Columbia ter aconselhado a duas das suas estrelas mais famosas que, "se tiverem de se portar mal, façam-no no Chateau Marmont".

Um dos famosos affaires de que foi testemunha este hotel remonta ao ano de 1933. Jean Harlow esteve com Clark Gable, durante a lua de mel da loira com outro homem. Outra infidelidade que aconteceu no ano de 1955, durante a rodagem do filme "Rebelde sem Causa", quando Natalie Wood passou a noite com o diretor do filme Nicholas Ray, de 44 anos.

Já mais recentemente, vários foram os escândalos que tiveram lugar no hotel das infidelidades, por excelência: o dono do Império Playboy, Hugh Hefner, terminou a sua relação com a coelhinha da mítica revista, Crystal Harris, depois de ter sido apanhada com o filho do famoso Dr. Phil Mcgraw nos corredores do hotel. Por outro lado, quando o ator Liam Hemsworth estava noivo de Miley Cyrus foi apanhado a beijar January Jones, durante uma festa Pré-Óscares realizada no hotel. Por último, a atriz e diva do Pop, Kylie Minogue, separou-se do seu namorado, o ator Olivier Martinez, ao terminar uma relação de 4 anos, depois deste passar 90 minutos com a modelo israelita, Sarai Givati, de 24 anos, num dos quartos do hotel Chateau Marmont.

Hotel Plaza, Nova Iorque

Este hotel legendário foi um dos protagonistas do maior escândalo dos anos 50, quando Debbie Reynolds descobriu que o seu marido Eddie Fisher, vivia um apaixonado romance com Elizabeth Taylor, que ela considerava como a sua melhor amiga.

The Mayflower Renaissance, Washington, D.C.

Este hotel parece ser o preferido dos políticos americanos para ter os seus flirts e foi o hotel escolhido pelo ex-governador de Nova Iorque, Eliot Spitzer, para passar uma noite com uma acompanhante de luxo a 13 de Fevereiro de 2008 e também onde o ex. presidente Bill Clinton foi fotografado, abraçado a Mónica Lewinsky.

Hotel Hard Rock, San Diego

Numa entrevista dada à revista "US Weekly", Sara Leal contou tudo o que passou na noite do sexto aniversário de casamento de Ashton Kutcher e Demi Moore no hotel Hard Rock. Assegura que Ashton se aproximou dela, beijou-a e disse-lhe que estava separado da sua esposa. Depois de alguns beijos trocados, o casal acabou despido no jacuzzi num quarto deste hotel, acompanhado por outra jovem.

Four Seasons, Seattle

O famoso futebolista Ashley Cole, conhecido por não ser um marido fiel, teve um encontro sexual com a norte-americana Ann Corbitt, que Cole conheceu durante uma digressão de dez dias que o Chelsea fez pelos Estados Unidos. Conheceram-se num bar onde o jogador festejava uma vitória sobre o Seattle Sounders e, depois de beber uns copos, levou-a para o seu quarto no hotel Four Seasons, para passar a noite com ele.

The Carlyle, Nova Iorque

Este hotel celebrizou-se depois de no ano de 2010 se ter publicado um relatório do FBI, que reportava a 1965, no qual se detalhavam as "festas Sexuais" que os irmãos Kennedy, Frank Sinatra, Marilyn Monroe e Sammy Davis Jr., organizavam nos seus quartos.

MGM Grand Hotel & Casino, Las Vegas 

Este é o hotel que agora escolhe o golfista Tiger Woods para realizar o campeonato de poker que tem o seu nome: "Tiger Poker Night". No entanto, há anos que não o utilizava precisamente para jogar poker. Os seus jogos extra conjugais, custaram-lhe muito mais que um jogo de poker, pois foi neste hotel que a sua ex-mulher descobriu a infidelidade dele com uma empregada do MGM Gran Hotel & Casino, além de com outras 9 mulheres mais em diferentes lugares. Como consequência o golfista teve de assinar um acordo de divórcio com a modelo sueca Elin Nordengren, no valor de 750 milhões de dólares, o mais caro de sempre. 
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!