Família

Igualdade de género vai ser tema obrigatório nas escolas

A nova estratégia vai ser aplicada nas escolas que integram o projeto de flexibilidade curricular.
Por Margarida Ferreira, 15.09.2017

Direitos humanos, igualdade de género e interculturalidade. Estes são alguns dos temas que agora são de abordagem obrigatória em todos os ciclos de ensino. O programa surge no âmbito da Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania e será imposto apenas às escolas que aderiram ao projeto de flexibilidade curricular.

São 235 as escolas que integram o projeto-piloto e que, nos 2.º e 3.º ciclos, vão abordar estes temas na nova disciplina de Cidadania e Desenvolvimento. Segundo explicou ao Público a secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, Catarina Marcelino, "o que se pretende não é instituir uma disciplina formal, no sentido de que há um professor que debita a matéria, mas sim implementar uma metodologia de projeto porque a cidadania para se desenvolver tem de contar com uma parte prática".

Outros temas de abordagem obrigatória serão também a sexualidade, os media, a participação democrática, o desenvolvimento sustentável, a educação ambiental e a saúde. Há também temas opcionais que estão ligados ao empreendedorismo, ao bem-estar animal e ao voluntariado.

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!