Notícias

Aos 25 anos começamos a perder amigos

Essa é a idade exata na qual começamos a perder contacto com algumas pessoas (o que não é necessariamente mau), revela um novo estudo.
Por Margarida Ferreira, 20.09.2017

A idade e o género são dois fatores importantes quando se analisam as relações sociais, mas há ainda uma nova condicionante que permite perceber como nos relacionamos. Uma equipa de investigadores percebeu que os nossos registos de chamadas telefónicas dizem muito mais de nós próprios do que alguma vez pensámos.

Um novo estudo, chamado ‘Sex differences in social focus across the life cycle in humans’, conduzido por investigadores da Aalto University e do Departamento de Psicologia Experimental da Universidade de Oxford, analisou os registos de chamadas de 3,2 milhões de utilizadores europeus, de diferentes idades e géneros. Uma das conclusões diz-nos que as pessoas de 25 anos são as mais sociáveis. Os homens daquela idade falam com cerca de 19 pessoas diferentes por mês e as mulheres com cerca de 18. No entanto, a partir dos 25, os números começam a descer e, aos 39, os homens já só ligam mensalmente para 12 pessoas e as mulheres para 15. Além desse fator, a equipa percebeu também que a maioria dos rapazes mais jovens utiliza o telemóvel para procurar parceiras para relações sexuais.

No entanto, muitas relações de amizade não incluem chamadas telefónicas regulares e, cada vez mais, os amigos comunicam por outras formas, nomeadamente através de plataformas online, deixando as chamadas telefónicas para quando são extremamente necessárias. Ainda assim, segundo os autores, este estudo vem confirmar outros anteriormente realizados: ter muitos amigos é menos importante do que ter amigos chegados.

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
A Máxima recomenda
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!