Nutrição

5 alimentos saudáveis que devíamos comer sempre

Detox com sumos, contagem de calorias, alimentação paleo, redução de hidratos, dieta alcalina – as novidades milagrosas continuam a chegar até nós como flechas, mas só acabam por nos atordoar. O que devemos comer afinal? Fomos descobrir.
Por Carlota Morais Pires, 18.10.2017

O excesso de informação da era online tão depressa nos esclarece como confunde. O que queremos comer e o que devemos excluir da alimentação? Quisemos procurar a verdade mas não a encontrámos nos conceitos fundamentalistas das dietas líquidas ou nos conselhos de vegans, carb haters e adeptos do paleo.

O nutricionista Stefan Lehne diz que não acredita em medidas extremas e que não devemos cortar com o que mais gostamos. Estas são as luzes que precisamos para encontrar equilíbrio à mesa – e, claro, conseguir um estilo de vida mais saudável.

  

Sumos verdes ao pequeno-almoço

É a melhor forma de começar o dia porque funciona como um shot instantâneo de vitaminas, minerais e nutrientes essenciais ao organismo. E não é assim tão complicado começar – basta juntar pepino, aipo, espinafres ou outras folhas, salsa ou coentros, gengibre, limão e maçã, e depois triturar tudo com uma varinha mágica ou uma máquina de sumos, que é sempre a melhor opção, já que preserva as fibras da fruta e dos vegetais. 

 

Rebentos de feijão em saladas

Stefan Lehne diz que os rebentos de feijão são uma superfood no verdadeiro sentido da palavra – isto é, encontramos numa mão mais nutrientes do que numa taça cheia com outros legumes. O nutricionista sugere que os combinemos com lentilhas ou ervilhas porque são ricas em proteína.

 

Algas marinhas? Em tudo!  

Podem comprar-se frescas ou já secas – de qualquer das maneiras são um ótimo complemento para saladas e ricas em minerais (além de que não absorvem a poluição dos oceanos, ao contrário do que acontece com o peixe, por exemplo, que é mais facilmente contaminado).   

 

Sementes de chia e… canábis

Habituámo-nos a olhar a canábis com preconceito, mas a verdade é que as indústrias da beleza e da saúde se têm apropriado dos seus benefícios, usando as suas sementes nas mais diferentes áreas. Nas lojas de produtos naturais já há pó de semente de cânhamo para acrescentar a sumos e barras com sementes como opções de snacks saudáveis entre refeições. Também as sementes de chia são ricas em ómega 3 e 6, cálcio, fósforo e vitamina B9, além de ajudarem a controlar os níveis de açúcar no sangue.      

 

Espinafres e folhas verdes

O nutricionista garante que quanto mais escuras forem as folhas melhor – isto significa que também têm mais clorofila, antioxidantes, vitamina A e B, cálcio, ferro e fibras. Além dos espinafres, existem outras opções saudáveis como a couve – a alface, por exemplo, tem menos valor nutricional. 

 

 

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!