Saúde

Leite de Camelo, a nova moda na Califórnia

Está na moda e os benefícios para a saúde parecem ser muitos.
Por Máxima, 19.01.2017
Parece ser a mais recente excentricidade do maravilhoso mundo da nutrição, mas a verdade é que em países onde o mercado da alimentação saudável é cada vez maior, como os Estados Unidos, já se está a tornar numa bebida de eleição. 

À primeira vista, a ideia de beber leite de camelo pode parecer estranha, no entanto, quem prova surpreende-se com o seu delicioso sabor. Além disso, são variadíssimas as razões que o tornam importantíssimo para a saúde: tem altos níveis de magnésio, ferro e zinco, protege contra o colesterol, possui propriedades anti-inflamatórias e reduz as toxinas dos intestinos. 

Os adeptos do leite de camelo defendem que é bastante benéfico no combate a doenças graves como a diabetes e a doença de Crohn. Nenhuma destas alegações foi, no entanto, comprovada cientificamente mas, segundo consta, é mesmo o mais aproximado do leite humano, rico em vitamina C, B3, proteína e com menos gordura.
Já não é novidade que os superalimentos se tornaram presenças incontornáveis em muitos planos alimentares. Falamos de ingredientes como o arando, a quinoa ou as bagas de goji. Agora há que adicionar à lista o leite de camelo, com benefícios em muito idênticos ao do leite de vaca, mas sem gordura e sem lactose,  além dos aminoácidos essenciais que também possui.

Nos Estados Unidos, a empresa que mais se tem chegado à frente na divulgação desta bebida tem sido a Desert Farms. Walid Abdul-Wahab é o dono desta start-up que tem levado o leite de camelo do Médio Oriente até à Califórnia e atualmente até Londres e outras partes do mundo.

Recentemente, a FDA (Food and Drug Administration) – uma espécie de ASAE nos Estados Unidos – censurou o marketing que a Desert Farms tem feito na tentativa de mostrar o leite de camelo como produto medicinal. Não são postos em causa os complementos do leite, apenas não se trata de nenhum produto milagroso que cura doenças e com benefícios terapêuticos. A FDA alerta para o cuidado que se deve ter em beber leite não pasteurizado.

Indiferentes à polémica parecem estar figuras como Kim Kardashian e Ariana Huffington, adeptas fervorosas desta nova moda. Por cá, ainda não é muito falado, mas pode sempre experimentar recorrendo ao serviço de entrega ao domicílio da Desert Farms.

Por Ângela Mata
Partilhar
Ver comentários
A Máxima recomenda
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
1 Comentários
Marta Malhado Chocolate com leite de camelo e bom
19.01.2017 @facebook
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!