Rosto&Corpo

5 problemas de pele típicos do verão e como resolvê-los

O verão português não passa sem uma boa dose de frescura e de hidratação, mas também é a altura de alguns excessos. E nós temos a solução para cada problema da estação. Mergulhe com a pele perfeita.
Por Carolina Silva, 01.08.2017

O problema "Exagerei na exposição ao sol."

A consequência O excesso de exposição solar pode causar problemas que, numa primeira instância, são percetíveis através da vermelhidão, sensação de desidratação e queimaduras. A longo prazo, é o pior inimigo da pele, promovendo o aparecimento de manchas, rugas e alterando a sua textura.

A solução Reequilibrar a hidratação da pele e apaziguar as queimaduras através de ingredientes como aloé vera, utilizar proteção solar no hidratante de dia e fazer máscaras hidratantes, pelo menos uma vez por semana.


O problema
"Tenho a pele oleosa, por isso não preciso de hidratá-la."

A consequência Ter a pele mista ou oleosa não é um fator que exclui automaticamente a desidratação, ao contrário do que muitas pessoas pensam. O problema é que a desidratação é muitas vezes confundida com pele seca, quando a primeira é uma condição de pele e a segunda é um tipo de pele, o que quer dizer que a sua pele pode ter óleo suficiente, mas pouca água.

A solução Utilizar produtos adequados para o seu tipo de pele e, acima de tudo, identificar qual é a sua.Se tem a pele mista/oleosa e a sente desidratada devido a um problema específico (tempo mais seco, exposição solar, etc.), utilize um hidratante adequado.


O problema "As noitadas de verão deixam a minha pele baça e rugosa no dia seguinte."

A consequência Um copo de vinho numa noite de verão é ótimo para a pele, uma vez que é rico em antioxidantes, mas aumente a quantidade para uns (de vinho ou de cerveja), adicione uns cigarros sociais e o efeito é notório na pele: desidratação, inflamação e sensibilidade podem alterar o aspeto da pele.

A solução Para começar qualquer rotina de hidratação, o grão de pele deve estar repousado e afinado. Para isso, é fundamental dormir bem e respeitar as horas mínimas sugeridas pela Organização Mundial de Saúde. Se isso não for o suficiente, recorremos a algumas ajudas preciosas: as escovas de Konjac, com micro-oscilações e esfoliantes que não agridem, são as novas coqueluches dos rostos perfeitos.

 

O problema "Às vezes, estou demasiado cansada para tirar a maquilhagem antes de me deitar."

A consequência Se, em adição a este hábito, nota a sua pele "asfixiada", ou seja, com os poros obstruídos, borbulhas frequentes e alguma sensibilidade, pode associar ambos, pois é provável que a causa seja a falta de limpeza da pele.

A solução Mesmo quando não usa maquilhagem, fazer uma limpeza adequada à noite é um passo importante, pois a poluição é um dos principais responsáveis pela sujidade da pele. Se não tiver disposição para lavar a cara com água, na casa de banho, tenha pelo menos umas toalhitas desmaquilhantes na mesa de cabeceira para não haver desculpas.


O problema "Vivo em stress constante."

A consequência É um dos problemas do século XXI e tem o seu impacto na pele. O aumento do cortisol que advém do stress causa inflamação e aumenta os níveis de açúcar no sangue. Isto leva a perda de firmeza e também pode aumentar a produção de sebo.

A solução Além do óbvio, que é tentar gerir o stress da melhor maneira, respirar fundo e fazer exercício físico, utilizar produtos que apaziguam e regularizam a pele também pode ajudar.


 

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!